segunda-feira, 5 de setembro de 2011

O que eu simplismente não sei fazer, mas é o melhor que sei fazerr




Acho que uma das coisas que gosto é de viver assim. Acordar nem cedo nem tarde.
Mas eu queria sair sem rumo. Um tanto quanto perdido
Não arrumar o quarto, a gaveta e a mesa do PC. Sem o incomodo da radio e da tv.
Maços de cigarro, papeis desenhados, rascunhos, garrafas de bebidas. Tudo espalhado.
Esse é o meu organizado, assim eu sei por onde eu deixo cada coisa…
Escrever minhas idéias em blocos de notas e grudar nos moveis do meu quarto ou na parede.
As vezes gosto de ficar sem celular, as vezes eu não suporto. Sempre preciso ao menos mandar sms para as pessoas.
Não suporto dar satisfações. Mas me sinto obrigado a dar…
Tenho vontade de almoçar cada dia em lugar diferente.
Seboseiras diferentes. Diferentes nojeiras.
Deitar num gramado acender um cigarro e ler o livro que quiser, Fazer no papel a merda que quiser,
Ficar bêbado o quanto quiser, e foda-se o mundo, com suas regras idiotas que não dizem nada a mim.
Fazer apenas o que eu gosto pra me manter assim. Talvez de bem com o mundo.
Nunca fui uma pessoa com grandes ambições. Não sonho em ser rico. Apenas me sentir bem comigo mesmo e com as outras pessoas.
Escrever, desenhar, me sustentar com as coisas que eu quero fazer.
Às vezes sinto vontade de viajar e ficar por la mesmo.
(…)
Apesar de namorar, amo viver sozinho. Mas ao mesmo tempo eu assumo.
Odeio ter que dormir sozinho.
É uma solidão sem tamanho nessas horas…
Uma companhia pra conversar antes de dormir.
Abraçadinho, ouvindo suspira, e falando baixinho no ouvido.
Pra sentir o hálito e a respiração de um sono calmo e pacifico.
Poucas vezes tenho e tive esse prazer, de acariciar o cabelo no meio disso tudo.
um momento próximo. Sem pressa pra fazer algo diferente. Um aquecendo o outro como filhotes de coelhos recém-nascidos.
talvez seja por isso que apenas as vezes eu me sinto vivo.
E sempre acabo fazendo tudo errado.
(…)
Queria muito mesmo amar não ser assim…
Acordar cedo e sempre da um beijo na pessoa ao lado fica olhando…
Porque não há nada além disso que eu sei fazer perfeitamente.
É o que gosto de fazer…